2013/06/16

富士芝桜祭り 2013: Poesia para os olhos



Quem acha que a primavera termina quando a última pétala de sakura toca o chão, não poderia estar mais equivocado. Depois que as cerejeiras se vão, é hora de um outro tipo de sakura adornar o horizonte... ou melhor, o gramado! Conhecida como flor-rasteira ou flor-da-serra no Brasil, as 芝桜 (shibazakura = literalmente, "sakura de grama") podem não ser tão famosas ou queridas quanto suas "primas distantes", mas não deixam de ser tão charmosas e encantadoras quanto elas. Entre abril e junho, essa planta rasteira produz flores que, em conjunto, formam extensos tapetes multicoloridos de encher os olhos e elevar a alma. Não faltam parques de shibazakura no Japão, mas o mais deslumbrante é, de longe, o do Fuji Motosu Lake Resort, em Yamanashi: mais de 800 mil flores espalhadas por 2.4 hectares emolduram o Monte Fuji na mais perfeita harmonia. Um cenário digno de contos de fadas! (*❤◯❤*)



Se o paraíso existe, ele está escondido entre as montanhas da província de Yamanashi, mais especificamente na bucólica vila de Kawaguchiko. O Motosu Lake Resort é um mundo de sonhos para os amantes da natureza e para os ávidos por fotografia. A vista desobstruída do gigante adormecido e a sublimidade dos campos rosados e perfumados de shibazakura se unem nesse cenário pitoresco. (人´∀`*)



O parque sedia, todos os anos, o 富士芝桜祭り (Fuji Shibazakura Matsuri). Em 2013, o evento aconteceu entre os dias 13 de abril e 2 de junho, mas as datas de início e término variam de ano para ano. Durante os dias do festival, há barracas de comidas e お土産 (omiyage = lembranças, presentes), além de floricultura e serviço de foto. A entrada custa meros ¥ 500 (cerca de R$ 10) para adultos. (o≧ ▽゚)o


Os ingressos! (*♥ω♥*)


Mais uma para a nossa coleção! O serviço de foto do festival custa ¥ 1000 (cerca de R$ 20). (*♥ω♥*)



Shibazakura pode ser traduzido como "cerejeira rasteira". Mas não se engane: o nome é meramente ilustrativo, já que elas não pertencem à espécie das cerejeiras. E não se deixe enganar também por sua aparência frágil: essas florzinhas são ossos duros de roer. Em média, as shibazakura começam a florir no começo de abril, atingem o ápice da floração no fim do mesmo mês e resistem até o fim de maio - às vezes, até o início de junho! (((╹д╹;)))



No entanto, não se iluda... se você for muito cedo ou muito tarde, corre o risco de não ver as flores em toda a sua plenitude. Para não ter surpresas desagradáveis, é imprescindível acompanhar o blog do parque e conferir, quase em tempo real, a floração das shibazakura. Se não for possível julgar o estado das flores pelas fotos postadas, preste muita atenção no texto da postagem, mesmo que não entenda bulhufas de japonês: se estiver escrito que as flores estão 見頃 (migoro = melhor época para ver), significa que elas atingiram o ápice da floração, ou seja, pode ir sem medo, pois as shibazakura estão aptas para o hanami. Quanto ao temperamental Monte Fuji... bem, basta seguir as dicas desta postagem e... BOA SORTE! Você precisará! (^_^;)



Sozinhas, elas não chamam tanta atenção. Em grupo, a beleza dessas flores se potencializa e desvenda uma das maiores obras-primas que a união do homem e da mãe da natureza poderia criar. Além de pequeninas e delicadas, as shibazakura são apreciadas por sua infinidade de cores e combinações: branco, roxo, vermelho, rosa, lilás, magenta, bicolores, degradês... (✿◠‿◠)



A perfeita simetria do Monte Fuji mescla-se às curvas graciosas dos campos rosados de shibazakura... uma poesia diante de seus olhos! (☆^ω^★)


Assista ao vídeo abaixo e deslumbre-se! ♪






Oiê! ♥ \ (^ - ^) / ♥


✿ ✿ ✿ /^o^\ ✿ ✿ ✿



Se você quer garantir os melhores ângulos ou quer simplesmente apreciar as flores com calma ou é daquelas que não sossega enquanto não tira uma foto boa, como eu, chegue cedo. Mas é para madrugar mesmo, sem brincadeira! Chegar cedo é fundamental, quase indiscutível. O parque abre às 8 da manhã e fecha às 17h00, mas é possível estacionar o carro e comprar o ingresso antes do parque abrir. Como o local fica totalmente no meio do nada, prepare-se para dirigir quilômetros Aokigahara adentro, em uma estradinha de pista única e cheia de curvas fechadas. (இдஇ; )

Raciocine comigo: quanto mais cedo, menos trânsito, menos pessoas, menos carros no estacionamento, menos cabeças intrusas nas suas fotos, menos filas para subir no observatório, menos omiyage esgotados e, claro, mais chances de ver o Monte Fuji em toda a sua plenitude, limpinho e sem nenhuma nuvem intrometida! Portanto, chega de preguiça e bora levantar da cama antes dos karasu grasnarem! (≧∇≦)



Como não demos sorte de ver o Monte Fuji clean em nossa primeira visita, fomos novamente no dia seguinte, 6 de maio, uma segunda-feira, o último dia da Golden Week. Não poderíamos ter tido mais sorte! Como madrugamos chegamos cedinho ao parque, não havia muita gente e pudemos ver o Fujinho de cara lavada! Valeu a pena! ♪(゚▽^*)ノ⌒☆


No dia 5... Fujinho parcialmente encoberto. _| ̄|○


No dia seguinte, a perfeição! Já dizia o ditado: o Monte Fuji ajuda quem cedo madruga! ♪\(^ω^\)( /^ω^)/




A não ser que você more perto do local ou não tenha problemas em acordar muito cedo para pegar a estrada, aconselho uma estadia em um hotel próximo. Nós sempre procuramos no Rakuten Travel, filtramos  a busca por preço e fazemos a reserva pelo próprio site, dias antes, com cartão de crédito. Os hotéis do tipo business são sempre os melhores em custo e benefício; afinal, você não precisa de grandes luxos ou um onsen à sua disposição por toda a madrugada. Bastam uma cama e um chuveiro ou nem isso, certo? (´∇ノ`*)ノ


Nós ainda tivemos a sorte de pegar um quarto com vista para o Fuji! (*♥ω♥*)


E ainda ganhamos duas garrafinhas de água do vulcãozinho mais charmoso do planeta! ヘ(^_^ヘ)(ノ^_^)ノ


 ♪(v^_^)v


Para chegar a esse mundo de sonhos, não há segredos. Basta colocar no GPS (nós usamos o mapa do próprio iPhone): Fuji Motosuko Resort. Pronto! Agora é só não esquecer de carregar a câmera fotográfica, esvaziar o memory card e seguir as recomendações do parque: "não traga animais e venha com sapatos confortáveis". Além disso, aconselho o uso de protetor solar, pois o passeio é longo e totalmente ao ar livre. Ah! Devido à altitude, talvez esteja um pouco frio pela manhã, portanto, em todo caso, não se esqueça de levar uma blusa. (#^.^#) v


Abaixo, algumas panorâmicas. Clique nas imagens para ampliá-las! ↓  ↓  ↓





E, agora, alguns cliques aleatórios estrada afora...  ↓  ↓  ↓  ↓


Porque se não for kawaii, não é Japão! (*/∀\*)


Isso é novidade para mim: hippies japoneses! (◎_◎;)


Meus dois amores!  ♥ (*´艸`) ♥


Fujinho, seu lindo! /^o^\


Quanto mais vivo no Japão, mais acredito que as melhores coisas da vida são as mais simples. Os japoneses conseguem potencializar a perfeição da natureza mais do que ninguém, e o resultado disso são parques incríveis como esse, que mais parecem um pedacinho daquilo que acreditamos ser o paraíso. O azul do céu, o aroma das flores, as cores de uma borboleta, a perfeita simetria de uma montanha... as mais belas poesias da natureza devem ser vistas com os olhos, sentidas com o coração e guardadas na alma! ✿(◡‿◡*)❤


3 comentários:

  1. operadordodireito17 de junho de 2013 04:01

    realmente, roberta, apesar de ser um país relativamente pequeno, o japão tem uma paisagem exuberante, um prato cheio para os fotógrafos. na minha opinião, mais bonita ainda que a do nosso brasil. isso decorre, sem dúvida alguma, do perfeccionismo, conscientização e valoração do povo japonês, não?!

    ps.: morei 12 anos no nihon.

    ResponderExcluir
  2. Olá!!

    Desculpe a demora para vir aqui. Estava querendo vir faz tempo, só que meu pc nunca copera!!

    Que linda as fotos. O bom de ler seus posts é que sempre descubro algo novo do Japão. E melhor ainda porque você vive aí e sabe o que acontece. Já cansei de ver blogs e afins sobre Japão de pessoas que estão do outro lado e nos mostram somente o lado bom. ^^

    Um dia eu ainda vou pro Japão e de quebra vou tentar visitar todos os lugares que você já mostrou aqui!! >___<

    Não deixe de postar e nos mostrar a beleza do nihon.

    Até mais

    ResponderExcluir
  3. Sugooooi, muito lindo, tremenda saudade do Nihon
    Nas vez que morei ai nunca fui ao Monte Fuji
    Abraços a todos

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário para o casal de Iwata! ^^